Quem nunca fez ou pelo menos já pensou em fazer sexo debaixo d’água? A nossa imaginação é vasta no que se refere as possibilidades sexuais. Conseguimos visualizar oportunidades de apimentar a relação em vários lugares. No entanto, o sexo submerso, seja debaixo do chuveiro, na banheira, no mar ou na piscina é fantasia de muitas pessoas.

Este tipo de relação é sexy,  provocante e tentadora, pois permite explorar diferentes sensações, seja pelo movimento da água, pela temperatura, pelas brincadeiras, e claro, as diferentes posições que podem ser exploradas devido a leveza que o corpo ganha quando está submerso. No entanto, para que a experiência seja inesquecível e faça você querer repetir várias vezes, é necessário prestar atenção em alguns detalhes, ter alguns cuidados, para curtir até o fim.

1) Atenção ao preservativo

Usar camisinha é a regra número um de toda e qualquer forma de sexo, porém seja na piscina em função do cloro, ou no mar por causa da areia e sal, o preservativo acaba ficando menos resistente, ou seja, a chance dela furar é muito maior do que o normal. Portanto, antes de se empolgar o ideal é reservar uma quantidade considerável para evitar qualquer problema futuro. Se perceber que a camisinha furou, troque imediatamente.

Leia também:  Tudo que você precisa saber sobre prótese peniana

2) Comece pelo chuveiro

Quer experimentar o sexo debaixo d’água, mas fica na dúvida se vai gostar ou não? Então comecem as aventuras pelo chuveiro, pois apesar de ser uma experiência molhada – em todos os sentidos – não é uma transa totalmente submersa, amenizando as dificuldades normalmente encontradas por quem se aventura pelas piscinas, banheiras, cachoeiras e praias.

3) Abuse do lubrificante

Pode parecer que não, mas, a água pode complicar as coisas, pois com os movimentos ela acaba lavando e tirando a lubrificação natural. Para evitar incômodos, dores ou qualquer outra coisa que estrague este momento delicioso, é fundamental que tenha lubrificante insolúvel em abundância. Nada de economia, quanto mais confortável estiverem, mais vocês curtirão o sexo.

4) Aumentando o tesão

Aproveite de todos os recursos que puderem para potencializar as sensações na hora da relação. Os jatos da hidromassagem podem estimular ainda mais, se direcionados para a região da pélvis na hora do sexo, deixar a torneira aberta também provoca movimento na água, e consequentemente mais estímulos criados. O mesmo funciona para as piscinas que costumam ter aqueles jatos para enchê-las. Já no mar, disfrutem do delicioso balanço das ondas.

5) Posicionem-se

Por último, mas não menos importante, está a escolha das posições, afinal cada ambiente pode oferecer diferentes possibilidades. Na piscina e na banheira aproveitem as escadinhas, degraus, ou diferentes alturas para criar diferentes posições. No mar, no rio ou cachoeira a mulher precisa envolver as pernas no homem, para se segurar e poder curtir este momento. O importante é estar num ambiente seguro, longe de correntezas, pedras ou qualquer outro perigo que possa atrapalhar a diversão.

Leia também:  Pode masturbar a noiva (e o noivo também!)

Não existe fórmula mágica para o sexo perfeito, mas estas dicas com certeza vão te ajudar a planejar esta nova experiência.