O Sexlog é a maior rede social de sexo e swing do Brasil, mas não está sozinho quando o assunto é site ou aplicativo de relacionamento. Existe um app para qualquer propósito:  namorar, transar, conhecer pessoas e para quem não sabe bem o que quer também.
Sabendo disso quisemos explorar um pouco mais sobre como os usuários do Sexlog estão usando e o que eles buscam nestes sites e aplicativos.

Descobrimos que 84% dos nossos usuários usam ou já usaram algum app de relacionamento. E quem nunca usou outro site além do próprio Sexlog disse que nunca o fez porque não teve interesse ainda. Ou seja, o Sexlog consegue preencher a necessidade deles.
E quisemos saber o que as pessoas procuram nesses serviços online e não foi nenhuma surpresa descobrir que 71% deles procuram por sexo casual, 27% querem conhecer novas pessoas e 2% acreditam que podem encontrar alguém para relacionamento sério nesses apps.

Perguntamos também aos nossos usuários porque eles utilizam esses sites e aplicativos de relacionamento e 57% responderam que acham mais fácil conhecer pessoas nesses apps. 27% usam porque tem mas opções de pretendentes e 11% por timidez de chegar e alguém no offline.

E se tem bastante opção também tem gente que aproveita para conversar com 2 ou mais pessoas ao mesmo tempo.  89% do usuários disseram que conversam com mais de uma pessoa ao mesmo tempo.

Leia também:  Made in Brazil: maior rede social de sexo ganha mídia internacional

Será que aquele perdido de “vou ali no banheiro” e nunca mais volta acontece nesses sites e app? Sim, 51% responderam que param de conversar sem dar maiores explicações. #semressentimento

O mais interessante foi descobrir que 78% já saíram com pessoas que conheceram no Sexlog ou Tinder. O pessoal não entre nesses serviços para brincar, eles sabem o que buscam e se fazem disponíveis mesmo.

Chamou nossa atenção o fato que  56% das pessoas disseram já terem tido um relacionamento que começou nesses sites de relacionamento. Porém o tabu ainda é grande quando se trata desses serviços, pois 85% revelaram que não contam para a família que usam esses apps ou que conhecem pessoas por meio deles.

Ainda mais interessante que essas descobertas são as histórias que nossos usuários compartilharam com a gente.
Separamos algumas para compartilhar.

Histórias que nossos usuários compartilharam com a gente

“Uma vez no Grindr marquei de sair com um rapaz que dizia que era ativo e quando chegou na hora ele estava de calcinha e queria ser só passivo.”  usuário anônimo

“Conheci meu esposo aqui no sexlog. Hoje estamos casados a 4 anos , ele é mas safadinho do que eu. Amo demais ele é adoro satisfazer os desejos loucos dele. Amo o sexlog” usuário anônimo

“Conheci meu namorado pelo Happn, aplicativo de relacionamento concorrente do Tinder. Na época, eu estava solteira, tinha acabado de sair de um relacionamento abusivo que durou 4 anos e só queria curtir a solteirice. No Happn, enquanto conversava com outros homens e mulheres, conheci meu atual namorado. Conversamos por uns 2 dias seguidos no WhatsApp e depois, marcamos de sair. Transamos no primeiro encontro e desde então, nunca mais paramos de transar :)” – usuário anônimo

Leia também:  5 brinquedos eróticos high tech que vão animar seu sexo

“Procuramos um casal no sexlog e acabamos ficando bem excitados no encontro que não deu tempo e chegar ao motel trepamos no carro.” – usuário anônimo

“Certa vez encontrei o perfil da mulher de um colega de trabalho, e ele não sabia que ela estava em um aplicativo de relacionamento. Cheguei a conversar com ela mas disse que conhecia o marido dela, e então ela desistiu do encontro e apagou o perfil. Nunca contei nada pra ele.” – usuário anônimo

“Uso badoo e sexlog a muito tempo, conheci um casal no sexlog e uma moça no badoo que era da msm cidade, combinei de conhecer o casal e em seguida a moça… Foi muito engraçado pq a moça que conheci no badoo era a mulher do sexlog. Nos tornamos bons amigos com o tempo!” – usuário anônimo